Mais um mês… 

Hoje minha filha completou 8 meses. Já é quase uma gestação, né? E por diversas vezes hoje me peguei olhando pra minha pequenininha  e pensando o quanto de coisa já vivemos nesse curto eapaço de vida.

Faz algum tempo li um texto que falava que a maternidade é viver em extremos. Extremo amor, extremo cansaço, extrema realização. Um medo extremo do que não poderemos prever ou resolver.

E é bem isso mesmo. Não se sente nada pela metade em terras de quem é mamãe. Hoje tenho uns medos muito loucos. Medos inteiros. Medo de coisas que eu nem antes parava pra pensar.

Sou muito feliz e muito grata por ter a Maria Luísa como filha. Ela ainda não me chama de mamãe, mas sem dizer nada eu sei que é a mim que ela procura quando chora. Que no meu colo ela se sente protegida e acalentada. Isso faz valer a pena qualquer medo, insegurança ou noite extremamente mal dormida.

img_2337
Minha filha, meu mundo ficou melhor quando você chegou. Eu ja era feliz, mas você trouxe ainda mais motivos pra eu querer sempre o bem, sempre o melhor. Te amo. Muito.

Anúncios